Quinta da Raza
A História

A Casa do Outeiro, situada em Veade, Celorico de Basto, distrito de Braga em plena região dos vinhos verdes é um imóvel classificado de interesse público pelo Instituto Português do Património. A sua história remonta a meados do século XVII, estando desde sempre na família.

As principais orientações produtivas da Casa do Outeiro eram, tradicionalmente, a vinha, a exploração florestal, a pecuária de carne, cereais e pomares de macieiras. Contudo, já nessa época se dava maior realçe à cultura da vinha pela sua qualidade e importância económica que gerava.


Diogo Teixeira Coelho, descendente directo desta família que, desde tempos remotos, se dedica à produção de vinho, tem a sua paixão pelo maravilhoso mundo dos vinhos e cedo se apercebeu das características vitivinícolas ímpares da região de Basto. 

Após a morte do seu avô - Inácio Xavier de Barros Teixeira Coelho- em 1987, inicia a sua actividade como viticultor. O potencial que o lugar encerra, a sua paixão pela agricultura e pelo mundo dos vinhos foram algumas das razões impulsionadoras para o seu empenho, com entusiasmo e extrema dedicação na necessária reestruturação vitivinícola da exploração agrícola que passara a administrar. Em 2008, foi considerado pela CVRVV (Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes), o "Jovem Viticultor do Ano”.



© Quinta da Raza 2018 - Todos os direitos reservados